Imutabilidade da Promessa

0
2

Quantas vezes o povo de Deus fracassou no Antigo Testamento, e quantas vezes a igreja parecia definhar no mundo ao longo da sua história de dois milênios, entretanto ela prosseguirá adiante
porque as portas do inferno não poderão prevalecer contra ela, porque Deus fez promessas
relativas aos crentes desde Abraão, e elas serão cabalmente cumpridas, a par de toda forma de oposição e dificuldades, e isto deve servir para animar a fé dos crentes a perseverarem e nunca desfalecerem.

Nenhuma promessa de Deus falhará,
e não deixará de ter o devido efeito.

E para mostrar a imutabilidade da promessa e de que não a revogaria de modo algum, e isto se aplica especialmente à adoção dos eleitos como Seus filhos, pois prometeu a Abraão que no Seu descendente que é Cristo, seriam benditas todas as nações da terra, isto é, todos estes que estão em Cristo são abençoados, porque são resgatados da maldição para serem adotados na família de Deus como Seus filhos,

E a promessa foi feita com a interposição de um juramento divino, tendo Deus jurado por Si mesmo, mostrando que jurou no grau mais elevado que existe, porque não há nada mais elevado
do que o próprio Deus.

E se Deus fez a promessa isto não é para ser discutido, mas recebido pela fé.

Se entre os homens o juramento põe fim à discussão sobre qualquer demanda, muito mais temos razão para entender que o juramento que Deus fez quanto à promessa a Abraão, põe um ponto final logo de início em toda a discussão se a salvação é pela graça ou pelas obras, porque se é pela promessa, é evidente que é por pura graça.

E também que é segura, porque Deus jurou que a daria aos que estivessem ligados pela fé a Cristo.

Pr Silvio Dutra

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA