Home » Estudos por VC, Teologia

Haverá Salvação Após o Arrebatamento?

Estudos Bíblicos em seu email

Receba Estudos Bíblicos em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

Haverá Salvação Após o Arrebatamento?

Não, não haverá salvação para os não-judeus durante a grande tribulação.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Em Apocalipse lemos: “E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos.” Apocalipse 20:04

Este versículo trata-se dos judeus, a igreja no entanto, já terá sido arrebataba e não passará pela grande tribulação, e quem ficar: Os desviados, os ateus, os pagãos e idolatras, não serão mais salvos, visto que negaram a oportunidade que tiveram, e Deus voltará a tratar do povo de Israel, e haverá 144 mil pessoas que serão salvos e todos estes serão judeus.

Respaldo Biblico:

“Então, o reino dos céus será semelhante a dez virgens … E, saindo elas para comprar, chegou o noivo, e as que estavam apercebidas entraram com ele para as bodas; e fechou-se a porta. Mais tarde, chegaram as virgens néscias, clamando: Senhor, senhor, abre-nos a porta! Mas ele respondeu: Em verdade vos digo que não vos conheço.

Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora.” Mateus 25:1-13.

Jesus em várias passagens nos alerta para sermos vigilantes. Por que Ele avisaria, se houvesse chance de salvação depois? Na citação acima, fica claro que a porta será fechada e as néscias, ou seja as igrejas loucas (que têm sincretismo religioso, que se esqueceram da Palavra e só pregam bobagem e prosperidade, ou frisam suas mensagens em santidade vã, como se a a salvação fosse obtida por uso de vestes, fato contrário a Bíblia), a porta será fechada. Perceba:

São 10 igrejas loucas, ou seja, não cita os judeus, portanto, para estes ainda haverá chance de salvação, no entanto, para a igreja louca (a metade) não haverá, visto que Jesus dirá:

“Em verdade vos digo que não vos conheço”.

Vamos buscar mais respaldo:

“Respondeu-lhes: Esforçai-vos por entrar pela porta estreita, pois eu vos digo que muitos procurarão entrar e não poderão. Quando o dono da casa se tiver levantado e fechado a porta, e vós, do lado de fora, começardes a bater, dizendo: Senhor, abre-nos a porta, ele vos responderá: Não sei donde sois. Então, direis: Comíamos e bebíamos na tua presença, e ensinavas em nossas ruas. Mas ele vos dirá: Não sei donde vós sois; apartai-vos de mim, vós todos os que praticais iniqüidades. Ali haverá choro e ranger de dentes, quando virdes, no reino de Deus, Abraão, Isaque, Jacó e todos os profetas, mas vós, lançados fora.” Lucas 13:24-28.

Esforçai-vos: Quando: Durante a grande tribulação? Não, hoje!

Novamente lemos que a porta será fechada, e que Jesus dirá: “Não vos conheço”

Em suma: O dia da salvação é hoje, Jesus nos diz para entrar pela porta da salvação hoje e vigiar!

“Enquanto se diz: Hoje, se ouvirdes a sua voz, Não endureçais os vossos corações, como na provocação.” Hebreus 03:15.

A salvação é para quem espera – “Assim também Cristo, oferecendo-se uma vez para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação.” Hebreus 09:28.

Em Romanos 11 vemos estes três grupos de pessoas claramente: A igreja, os judeus e aqueles que não querem nada com Deus:

“Pois quê? O que Israel buscava não o alcançou; mas os eleitos o alcançaram, e os outros foram endurecidos.”

Por isso Deus diz: “… Hoje, se ouvirdes a sua voz, Não endureçais os vossos corações, ” Hebreus 03:15.

Leia todo o capítulo de Romanos 11 para compreender melhor isso, deixarei mais um versículo para você compreender:

Romanos 11:04 “Mas que lhe diz a resposta divina? Reservei para mim sete mil homens, que não dobraram os joelhos a Baal.”

No caso da grande tribulação, serão 144 mil. Viu a semelhança?

A salvação é hoje, o tempo dos salvos é hoje! A porta está aberta. Entre e pregue o Evangelho! Pregue a corações duros, ouça a voz de Deus e vigie. Não faça parte dos insanos, mas dos loucos por Jesus!

Leia também ao estudo: “Muitos” que publicaremos.

Wellington Leão, Notícias do Evangelho.

"As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Gospel+ e demais colaboradores."


PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

38 comentaram, comente você também!

  1. Irmão Wellington, discordo de vossa interpretação pois, em Ap 7.9 diz que se encontrará uma multidão advinda de povos, nações, tribos e línguas que estarão diante do Trono e do Cordeiro. Ora, no v.14 João não sabe quem são! E ele pertencia a Igreja. Não são judeus. Em Atos 2.17-21 diz que todo o que invocar o nome do Senhor será salvo, durante esse período da ira divina. E até mesmo quando Jesus voltar haverá gentios que se salvarão, leia Mateus 25.34,40. O que findará com a vinda de Jesus (arrebatamento) será a dispensação da Graça dando inicio ao tempo de provação Ap 3.20. Os juízos Divinos serão um chamado ao arrependimento Ap 9.20 e não um endurecimento para a condenação. O pecado sim, endurece e o prepara para a perdição. Com apreço vosso irmão: Geraldo Caminski Filho

  2. Bruno Leonardo disse:

    É realmente apocalipse 7:14 diz que são as pessoas que passaram pela tribulação:
    Ap 7:14 – Respondi: “Senhor, tu o sabes”. E ele disse: “Estes são os que VIERAM DA GRANDE TRIBULAÇÃO e lavaram as suas vestes e as BRANQUEARAM no sangue do Cordeiro.

    E essas pessoas não são os Judeus conforme Ap 7:9 e 11:

    Ap 7:9 (mostra que são nações de todo o mundo)
    Ap 7:9 – Depois disso olhei, e diante de mim estava uma GRANDE MULTIDÃO QUE NINGUÉM PODIA CONTAR, de TODAS as nações, tribos, povos e línguas, de pé, diante do trono e do Cordeiro, com vestes brancas e segurando palmas.

    Ap 7:11(mostra que são as pessoas que estão de branco que são identificadas como as nações do versículo 9, e não tem nada a ver com os 144.000 das tribos de Israel)
    Ap 7:11 – Então um dos anciãos me perguntou: “Quem são estes que estão VESTIDOS DE BRANCO, e de onde vieram? ”

    Com todo respeito, mas os versículos citados por você irmão Wellington estão um pouco fora de Contexto.

    Pelo menos, pela minha interpretação.

    Paz amado!

  3. Concordo com o irmão Geraldo.
    Graça e Paz.

  4. Luiz Sergio Rocha disse:

    Wellington-muito bom o seu comentário,pois estas igrejas que só pregam prosperidade e riquezas aqui na terra como tambem outras que se prendem em futilidades que querem impor
    até como se deve vestir ou o que comer são na verdade instrumentos do mal pois desconhecem
    as ´premissas evangélicas que só a verdade vos libertarar e que a fé em seu sentido mais pro-
    fundo enriquecida com obras concretas é o âmago da nossa salvação
    Um abraço e saudações em Cristo
    Sérgio

  5. A paz esteja contigo!

    Amado irmão Wellington,

    Eu creio que haverá salvação depois do arrebatamento, mas não será mais pela dispensação da graça, para ser salvo durante o periodo da tribulação será através martirio, devido a perseguição que o anti-cristo fará dos que entenderem o plano de salvação que tanto foi pregado pelos que foram arrebatados. Quanto aos que vc cita de ap 20.4 são os que foram martirizados pelo sistema do anti-cristo.
    Quanto os 144.000, são das tribos de Israel que estarão neste periodo pregando a salvação, pois esses serão levantados pelo SENHOR para pregarem a salvação durante esse tempo.
    Os textos que vc usa quanto vigilância é para a igreja antes do arrebatamento, e não para o periodo de grande tribulação.
    Para terminar, Israel só será salva quando Jesus voltar no final dos 7 anos da grande tribulação para cessar a guerra do Amargedon, Israel clamará pelo Messias e ELE virá e toda Israel será salva.

    A paz esteja contigo!

  6. soerem ferreira de miranda disse:

    Irmão Wellington,creio como o irmão Paulo franco descreveu. Que Deus possa através da sua graça e misericórdia descortinar as nossas limitações

  7. adriana lopes disse:

    Eu em cada um fala uma coisa,só sei que eu não vou passar por essa tribulação,pois sei em quem tenho crido!!!!!

  8. irmao como voce pode dizer que depois do arrebatamento nao havera salvaçao meu irmao nao crer no arrependimento nao é?na grande tribulaçao so ai ja sabemos que israel sera salva por causa da promessa de Deus,no governo do anticristo meu irmao sei q sera dificil MAS MUITOS VAO SE LEMBRAR do que foi pregado e vao se arrepender e negar se a receber o numero da besta esses tambem vao ser salvos ou voce se esqueceu disso?a paz do senhor !!!!

    • A Biblia relata que apos o arrebatamento ainda a chance de muitos serem salvo.mas teram de derrama sangue,sofrer muito e ai sim serao salvo pela dor.ao contrario dos que nao provarao a morte nem a dor.eu li e creio sim. agora cabe a nos estar preparados pq Jesus nao demora pra voltar.abraços amados de Deus.

  9. A paz do Senhor irmão Welligton,devo lhe afirmar que respeito os pontos teologicos de seu raciocinio,mas com respeito discordo com essa interpretação,pois a Biblia nos diz que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo,não quero com isto fazer apologia para que crentes fiquem após a arrebatamento,mas sim que tudo mostra que haverá salvação na grande tribulação….Valeu pelo estudo,paz seja convosco!!!!

    • A biblia diz; nem td que diz senhor,senhor entrara no meu reino.Po tanto nem tds serao salvos,a biblia diz muito sao chamos,mas poucos so os escolhidos.pq?pq twmos que estar limpo de coraçao,tem coisas que pode te fazer perder a salvaçao coisinhas minimas.Por ex.nao perdoar,nao amar os inimigos,nao ajudar aquele q nessescita.nao adultera,nao difamar,nao se ajuntar com os escarnecedores,nao adorar dois Deus ao mesmo tempo.Nao pense que so de invocar o nome do senhor vc ta salvo,cuidado vigie mais e boa sorte.amem.

  10. Uma pergunta que faço.Sou evangelico e pergunto apenas para evangelicos deste site me responderem:Hávera dois arrebatamentos?Me digam apenas s ou n pq sou meio sem complexiblidade.Pergunto isso pq em apocalipse fala que Jesus buscá sua igreja fiél,agora ti pergunto para evangelicos:ele dará uma nova chance a aqueles que ficarem na Terra pq n foram arrebatados msm crendo na verdade do evangelho?.Dará uma nova chance aqueles pecadores que msm sabendo que Jesus é do evangelho?e haverá dois arrebatamentos?Me respondam pf estou em aflição desta duvidá

    • Caro amigo Alexandre,
      Que Deus te ilumine… Há muito misticismo fantasioso que as Igrejas fazem em torno desse termo ARREBATAMENTO… Os próprios discipulos de Jesus, que o acompanhavam na difusão da mensagem evangélica não tinham consciencia exata do verdadeiro sentido do Evangelho, pois muitos achavam que Jesus era um lider revolucionário que iria libertar o povo judeu do jugo romano… Quando na verdade, a sintese da mensagem de Jesus é despertar em nossa consciencia o crescimento interior para o reino divino. E, esse Reino Divino é um estado de espírito que a nossa consciencia alcança no tempo e espaço de nossa evolução espiritual para o Criador.

      No momento o que tenho a te afirmar são estas verdades: nenhma das ovelhas do aprisco humano que o Pai concedeu para que Jesus educasse nos mistérios da vida celestial… nenhuma se pederá… E todos aqueles que nascem no planeta Terra para evoluir na razão humana estão sob a égide do orientador divino: JESUS CRISTO. Se a Alma não alcança em uma existencia a sua integração com o plano divino… Deus em sua infinita bondade lhe oferece outras oportunidades através da lei da natural da vidas sucessivas: a reencarnação. Proclamou Jesus: Importa-vos nascer de novor para alcançar o plano celeste

      vozqclamabr.blogspot.com
      Intensivo de Difusão Espiritualidade – i d e

  11. A paz do SENHOR A todos, creio que os irmãos tem sede de conhecer mais e mais a DEUS, e tambem compreender mais e mais a biblia, bom, tenho certeza que DEUS REVELA, a nos o necessario comforme nossa necessidade, Jesus esta voltando isso é fato, e hoje o diabo esta, cercando, a todos com novas visões, ideais, futuro, que as pessoas estão focando, só no evento e não em JESUS que virá, bom amados, eu não sou nenhum mestrado ou doutorado, em teologia, mas creio que quando lemos a biblia, não estamos lendo qualquer livro, mas sim é a boca de DEUS, ESTAMOS LENDO A verdade. O proprio JESUS disse, EU SOU O CAMINHO A VERDADE E A VIDA, ENTÃO, quando lemos a palavra, com o intuito de conhercer a DEUS, O proprio JESUS SE REVELA ATRAVÉS DA PALAVRA.
    Então irmãos creio que o correto é confiar em DEUS a nossa vida e salvação, pois, ele prometeu estar conosco, e pela fé somos salvos , e salvos do que ???? , JESUS VAI REVELAR A VOCÊ.
    a fé vem pelo ouvir a palavra de DEUS, MAS A PALAVRA, não revelações Humanas, por isso leia a palavra, leia a biblia e DEUS vai te revelar aquilo que realmente você necessita saber, e não o que nos por si mesmos queremos descobrir. Amem ? amem .

    Que o Senhor Jesus Cristo nos de vida e sabedoria, e que o pai habite em nós, pois quem tem o filho tem a vida que não tem ….

    A paz do senhor e descanse em Cristo pois seu fardo é leve

  12. ABRAHÃO RIBEIRO disse:

    ALÉM DO PLANO CARNAL – Projeção Mental

    Relatos de experiências ultra-sensíveis perceptíveis além dos cinco sentidos do plano físico carnal

    Auto-ajuda consciencial

    experiências: Além do Plano Carnal
    Abrahão Ribeiro (percepções)
    Intensivo de Difusão Espiritualidade – i d e

    http://vozqclamabr.blogspot.com/

  13. FORA DO CORPO – Além do Plano Carnal

    “Conheço um homem em Cristo que, há catorze anos (se no corpo, não sei; se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) foi arrebatado até a terceira dimensão celeste. E sei que o tal homem (se no corpo, se fora do corpo, não sei, Deus o sabe)… Foi arrebatado ao paraíso e ouviu palavras inexprimíveis”…

    (Apóstolo Paulo II Coríntios 12.1 a 10) Bíblia sagrada

    OS SONHOS – Além do Plano Carnal

    E nos últimos dias acontecerá, diz o Senhor: Que do meu espírito derramarei sobre toda a carne; e os vossos filhos e filhas profetizarão; os vossos jovens terão visões; e os vossos velhos sonharão sonhos… E farei aparecer prodígios em cima no Céu, e sinais na Terra… (Profeta Joel 2. 28) e referencia em Atos dos Apóstolos 2. 14 a 19) Bíblia sagrada

    do livro: Além do Plano Carnal
    Abrahão Ribeiro (autor)
    Intensivo de Difusão Espiritualidade – i d e

    http://vozqclamabr.blogspot.com/

    mensagens semanais

  14. O ARREBATAMENTO “DA IGREJA”

    Inúmeros líderes de Igrejas cristãs da atualidade, de variados entendimentos bíblicos teológicos, se proclamam autênticos seguidores da moral evangélica do Cristo e, por conseguinte, idealizam que as SUAS IGREJAS, EM PARTICULAR, serão arrebatadas fisicamente do ambiente terrestre nos transes das grandes tribulações humanas que sobrevêm nos finais de ciclos para desfrutar diretamente, sem nenhum esforço coletivo, as bodas do Cordeiro no reino celestial. Eximindo-se assim numa atitude egoística de exemplificar perante os demais irmãos da humanidade aquilo que Jesus mais fez questão de ensinar e vivenciar na sua jornada terrestre: A PACIENCIA E RESIGNAÇÃO NAS TRIBULAÇÕES DA VIDA HUMANA.

    São decorridos mais de XX séculos em que árvore do cristianismo abriga sob a sua sombra benéfica as almas humanas, ensinando sob figuras de linguagem os mistérios da imortalidade para além do plano físico terrestre. Essa árvore para chegar frondosa aos nossos atuais dias sofreu ao longo dos séculos os embates da má vontade humana, em forma de tribulações cruciais às suas primeiras sementes, mutilações na formação dos seus primitivos ramos, destruição e queimadas nos seus galhos iniciais.

    Muitos líderes atuais dessas Igrejas modernas desconhecem, ou fingem desconhecer, os martírios e tribulações pelos quais passaram os trabalhadores da boa nova dos primeiros séculos de cristianismo, ignorando assim sem racionalizar com integridade, a labuta do crescimento da árvore cristã para chegar aos nossos dias.
    Utilizando uma figura de linguagem bem simples: aderem ao movimento evangélico que leva a bagagem de mais XX séculos de biografias das sociedades terrestres, e sem reflexionar o pão que “o diabo” da alma humana amassou (distante do bem) em rejeição à pureza aos princípios da vivência cristã.

    Aqui abrimos um parágrafo de reflexão para ajudar irmãos de embrionário entendimento que se julgam inclusos em arrebatamentos em corpo físico direto para o reino celestial, descaracterizando a mensagem viva da cruz, do trabalho nobre, do sacrifício pessoal, da perseverança no bem, da humildade e simplicidade nas coisas espirituais, COM JESUS: aquele que quiser ser o maior, então que seja o servo de todos; quem a si mesmo se exaltar, será rebaixo na vida celestial; e os últimos é que realmente serão os primeiros…

    Intensivo de Difusão Espiritualidade – i d e
    http://vozqclamabr.blogspot.com/

  15. ABRAHAO RIBEIRO disse:

    CONHECEREIS A VERDADE, parte 1

    As primeiras TRIBULAÇÕES aos ideais do Cristo foram encabeçadas por Herodes, governador da Judéia, após receber a visita dos astrólogos que estavam na busca de localizar a cidade onde o menino Jesus havia nascido. E Herodes temendo o seu futuro político, baixou um decreto e autorizou a mortandade de todas as crianças do sexo masculino com até dois anos de idade (Mateus 2. 16).

    Quando Jesus completou 30 anos começou a sofrer perseguições do Sinédrio, Templo de Jerusalém, onde se praticava a religião mosaica com base no Antigo Testamento das escrituras. O Sinédrio comandava a religião dominante nessa época, na Judéia, e sentiu-se abalado em sua estrutura íntima pela moral que Jesus propagava e vivenciava diante do povo. Os Sacerdotes liderados por Caifás resolveram então promover aflições aos ideais de Jesus, e essas perseguições foram intensas que culminou no desfecho da condenação e crucificação de Jesus. De fato Jesus foi condenado à morte na cruz por acusação da Religião na figura dos Sacerdotes de Jerusalém; e pelo Poder Político que simplesmente lavou as mãos diante das exigências impostas pelo Sinédrio, e que influenciou a massa popular para aplaudir esse ato bárbaro.

    Três cruzes se erguem no alto do monte, naquela sexta feira do ano 33 em que se consumou a ação da condenação de Jesus. Alguém que contemplasse a imagem do crucificado apenas pela visão carnal, abandonado pelos seus seguidores e amigos mais íntimos, e perseguido pelos influentes que executavam a religião dominante da época: os fariseus e saduceus; e também ignorado pelas autoridades políticas que simplesmente lavaram as mãos para um ato desprezível, a crucificação de Jesus como um malfeitor rebelde. Alguém certamente diria: ali jaz um carpinteiro visionário derrotado. Porém, àqueles que têm olhos para ver e ouvidos para entender além dos sentidos puramente materiais, saberiam que no martírio de Jesus fora descortinado uma luz imorredoura para todos os séculos da vida terrestre, e que no plano oculto do invisível essa luz iria trabalhar ativamente iluminando a escuridão mental na qual vagavam as consciências humanas por longos séculos.

    Após a morte física de Jesus as perseguições continuaram sendo destinados aos Apóstolos, com a finalidade de desestruturar os seguidores do Mestre, e tudo isso instituído pelo Sinédrio, onde o jovem Saulo foi um carrasco cruel, até a sua conversão às portas da cidade de Damasco – Síria. Quando em visão espiritual (ARREBATAMENTO) vislumbra em êxtase, o espírito de Jesus ressuscitado (Atos 9. 1 a 18).

    A partir dos anos 40, a boa nova tem um novo seguidor Paulo, que se imortalizou como o apóstolo dos gentios, e que juntamente com Lucas, um jovem médico de origem grega, divulgam o Evangelho em várias pátrias da jurisdição do Império Romano, inclusive na própria Roma. Após os anos 50, em Antioquia é que os seguidores de Jesus foram realmente chamados de: cristãos (Atos 11. 26), por sugestão de Lucas, nascendo assim o termo cristianismo. Antes eram designados como os fiéis do Caminho (vide Atos dos apóstolos 19. 9)

    Intensivo de Difusão Espiritualidade – i d e
    http://vozqclamabr.blogspot.com/

  16. ABRAHAO RIBEIRO disse:

    CONHECEREIS A VERDADE, parte 2

    Quando a evangelização alcançou os bairros de Roma, o imperador Nero autorizou perseguições cruciais à comunidade cristã a partir dos anos 55, aonde chegou ao extremo de mandar atear fogo em seus arredores no ano 64, para culpar criminosamente cristãos. Aqueles que aderiam ao movimento das idéias cristãs eram caçados cruelmente e quando pegos pelas autoridades romanas eram queimados vivos, outros levados aos circus que serviam de palco para distrair as pessoas, e ali eram submetidos a enfrentar leões famintos, sucumbindo esquartejados por essas feras em dolorosos espetáculos de insensibilidade e degradação humana.

    Os Cristãos não tinham direitos sociais e nem podiam se reunir para confessar publicamente suas crenças, pois eram punidos impiedosamente com sofrimentos atrozes até extinção do corpo carnal. Só para reflexionar essas atrocidades: Assim como Jesus foi traído, julgado injustamente pelo Sinédrio e condenado à morte horrenda na cruz… os seguidores mais íntimos do Mestre também foram execrados na praças públicas: Estevão foi apedrejado barbaramente; Pedro foi crucificado brutalmente de cabeça para baixo; Paulo foi degolado com ferocidade; e milhares e milhares de cristãos mortos cruelmente, à luz do dia.

    Três séculos de acossamentos cruéis às pessoas que simplesmente buscavam seguir um Mestre que tinha ensinado e vivenciado o amor a Deus, espírito criador de todas as coisas; o amor ao próximo como a si mesmo; a imortalidade da alma; as bem-aventuranças celestes aos que suportassem as provações tribulativas da luta terrena com fé, esperança, e muito amor no coração.
    Uma das tribulações mais cruéis da história foi organizada pelo Imperador Diocleciano no ano 305 que autorizou as Legiões Romanas incendiar do oriente ao ocidente todos os núcleos de pequenas congregações cristãs, mandando assassinar barbaramente milhares e milhares de famílias que professavam a fé em Jesus Cristo.
    O Império Romano estava em decadência moral. As pessoas não suportavam mais tanta barbaridade. Porém o Evangelho crescia na alma popular, e agora as classes dominantes de Roma já viam com bons olhos o heroísmo dos cristãos em suportarem as cruéis perseguições com tanto amor pelas promessas da imortalidade da alma, para além das provações aflitivas da existência humana.

    Intensivo de Difusão Espiritualidade – i d e
    http://vozqclamabr.blogspot.com/

  17. ABRAHAO RIBEIRO disse:

    CONHECEREIS A VERDADE, parte 3

    FINAL DO SÉCULO 4. O Império Romano governado por Constantino liberou publicamente o cristianismo em todas as nações do Império. A razão de sua conversão fora uma visão do símbolo da cruz no céu, durante a Batalha da Ponte Mílvia, em que venceu o inimigo na disputa pelo trono. Transcorrido esse período de calmaria sobe ao poder público: o imperador Teodósio, que desejando concentrar em Roma a matriz do cristianismo, constitui então o Catolicismo Apostólico Romano como a religião do estado romano. Com a instituição do Catolicismo o Império Romano estabeleceu a primazia do Bispo de Roma sobre todos os demais Bispos das congregações cristãs distribuídas nas demais regiões do mundo antigo, fato este que causou divisões entre os cristãos. Pois algumas congregações se opuseram a essa subordinação, por exemplo: Antiquióquia que era uma das primitivas do ano 42. Essa tomada de decisões abriu margem para quem se dizia cristão perseguir outro cristão. Doravante, repontam as heresias de crenças; as cruzadas religiosas e explorações de terras que incitam batalhas sanguinárias; as inquisições da crença que promovem perseguições cruéis em Tribunais intitulados de Santo Ofício e que, ao invés de anunciar a vida eterna lançam a morte atroz às pessoas que divergem fundamentos e princípios de crenças.

    MAIS DE DEZ SÉCULOS DE TRIBULAÇÕES fratricidas pela sobrevivência das idéias religiosas, até as reformas protestantes que aconteceram a partir do século XVI.

    Certamente que não se alcançará o raciocínio lógico destas lutas renovadoras da evolução social e que sensibilizam as lembranças humanas, ignorando-se o principio básico da vida e muito bem divulgado no Evangelho: a imortalidade da alma. Conscientizou Jesus: “Não temais os que matam o corpo, e não podem matar a alma”… (Mateus 10: 28)
    No mundo passareis por tribulações, mas tende bom animo eu venci, vós também vencereis… (João 16. 33)
    E confirmando os ânimos dos discípulos, exortando-os a permanecer na fé, pois que por muitas tribulações nos importa entrar no Reino de Deus (Atos 14. 22)

    Jesus tinha onisciência que os seus ensinamentos morais iriam inflamar as intolerâncias religiosas do mundo antigo cheio de maldades, violências, pecados, transgressões, preconceitos, corrupções… Ele mesmo dá conhecimento destas coisas, quando esclarece: Não penseis que vim trazer paz ociosa à Terra… Não vim trazer esse tipo de paz; Mas, a ação da luta renovadora… Porque eu vim por em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra… E assim os oponentes do homem serão os seus próprios familiares (Mateus 10. 34 a 36). A sociedade não tinha uma base de fé unificada em Deus, os povos eram pagãos e os governos materialistas; as crenças que eram responsáveis de conduzir as Almas viviam se digladiando umas com as outras em guerras de extermínio e crueldade. E dessa forma a mensagem renovadora do Evangelho do Cristo iria levar séculos para solidificar na alma humana, e que os primeiros trabalhadores de sua causa seriam trucidados vivos nos palcos e circos humanos, como de fato aconteceu: séculos de lutas, tribulações e derramamento de sangue para a sociedade começar a respeitar e reverenciar a moral salvadora de Jesus.

    Estas divergências e lutas que ocasionaram muitas provações coletivas no plano físico terrestre elas se tornam perfeitamente elucidadas à luz e justiça da reencarnação das almas. Sem o princípio misericordioso da reencarnação da alma e seu trabalho progressivo de despertamento consciencial para o reino celestial, todas essas lutas e provações seriam incompreensíveis e estaria subordinado a um acaso cego e insensato.

    Intensivo de Difusão Espiritualidade – i d e
    http://vozqclamabr.blogspot.com/

  18. ABRAHAO RIBEIRO disse:

    CONHECEREIS A VERDADE, parte 4

    AGORA, a certeza que Jesus fez questão de ensinar nos Evangelhos sob o véu de figuras de linguagem, é que após as provações, que transcorrem com as tribulações e martírios dos seus seguidores na luta material. Nenhum deles ficaria desamparado na vida imortal do espírito após extinção do corpo carnal (Mateus 16. 24, 25 a 28), porque essas almas heróicas que perseverassem fiéis até o fim em suas provações, suas almas seriam salvas das tribulações do além túmulo, SEM PASSAR PELO DANO DA SEGUNDA MORTE (Apocalipse 2. 11) ou seja: expiações em corpo espiritual, porque estariam amparadas pelos anjos celestiais e conduzidas para o reino espiritual no seio invisível de Deus, E DESTA FORMA É QUE SE CUMPRE O ARREBATAMENTO ESPIRITUAL, do círculo terrestre para o seio imaterial da vida celestial, EM TODOS OS TEMPOS DA EVOLUÇÃO TERRÁQUEA, nos finais de ciclos de tribulações provacionais individuais, coletivas e gerais. A vinda de Jesus aos seus servos para arrebatá-los da atmosfera de sofrimentos da vida terrestre, quer dizer: as boas vindas que Ele, Jesus, dá as almas dos seus seguidores nos Portais extrafísicos da Vida eterna (Lucas 9. 27). Fiel é a palavra: se MORRERMOS com Ele, também com Ele VIVEREMOS (II Timóteo 2. 11). Vide situação aflitiva do ladrão arrependido na hora de sua morte física na cruz, ouve de Jesus a palavra de esperança para a existência de sua alma pós-túmulo: hoje mesmo estarás comigo no paraíso (Lucas 23. 43 )
    AFIRMOU JESUS: “Em verdade vos digo que não passará esta geração SEM que todas estas coisas aconteçam” (Mateus 24. 34) Figura de linguagem que se refere à época dos primeiros obreiros do cristianismo nascente.

    Se esperamos em Cristo nó nesta vida (material), somos os mais miseráveis de todos os homens…
    E há corpos celestes e corpos terrestres… Se há corpo animal, há também corpo espiritual…
    A CARNE E O SANGUE NÃO PODEM HERDAR O REINO DE DEUS (I Cor 15. 19 a 50).

    O reino de paz e amor iniciado por Jesus ainda não pertence a este mundo (João 18. 36). Apesar de nosso mundo, o planeta Terra, no plano extrafisico todo poder de direção espiritual ter sido delegado por Deus: a Jesus Cristo (Mateus 28. 18). A todos aqueles que seguem a moral cristã com consciência, Jesus está preparando novos lugares de bem-aventuranças celestiais, a desfrutar nas infinitas moradas nas dimensões espirituais da Casa Universal do Pai Criador (João 14. 1 a 3).
    Aparentemente apesar de não vermos Jesus com os olhos carnais, Ele está presente invisivelmente em nossas vidas participando interativamente, nos consolando nas lutas redentoras, nos inspirando pelo poder do divino espírito.
    “Estarei convosco todos os dias até a consumação dos séculos”. E o reino de Deus não vem com aparências exteriores (Lucas 17. 20 a 21). Nem dirão: ei-lo aqui, lá, acolá…
    É uma conquista individual e interior, ou seja, é um estado de espírito que alcançamos quando a nossa consciência desperta em si mesmo os sentimentos divinos do Cristo.

    Intensivo de Difusão Espiritualidade – i d e
    http://vozqclamabr.blogspot.com/

  19. ABRAHAO RIBEIRO disse:

    CONHECEREIS A VERDADE

    FINALMENTE,

    QUE DESPERTEM NAS IGREJAS os nossos irmãos em Cristo, pois na vida eterna que se desdobra nos planos celestiais divinos não existe aposentadoria compulsória, tal qual na existência física humana e ninguém será arrebatado em corpo físico carnal direto para os Céus, só é possível adentrarmos os planos imateriais divinos em corpo espiritual, DEPOIS DA MORTE DO CORPO CARNAL.
    Lembremo-nos do que ensinou Jesus: O Pai trabalha até hoje, assim também o Cristo, e todos os filhos da luz… E Deus é Espírito (João 4. 24)

    E quanto aos finais dos tempos que limitam as atividades humanas não nos compete preocuparmo-nos com os segredos que estão nos desígnios do Criador (Mateus 24. 36) E estarmos sempre atentos contra os falsos profetas, e ou líderes religiosos que utilizam o nome de Jesus para causar pânico na alma popular, pois nos importa acima de todas as provações: CULTIVAR A SERENIDADE CRISTÃ (Mateus 24. 17 a 18) (Mateus 24. 23 a 26).

    Evitemos assim o sensacionalismo místico trabalhando intensamente as nossas vidas para nos encontrar com Jesus nos ares, ou seja, nas dimensões espirituais superiores dos planos extrafísicos das moradas celestes (mundos divinos), APÓS A NOSSA JORNADA TERRESTRE.

    Intensivo de Difusão Espiritualidade – i d e
    http://vozqclamabr.blogspot.com/

    mensagens semanais de auto ajuda espiritual

  20. Meu caro Abraao, com todo respeito a voce, peço-lhe que entenda de uma vez por todas que Jesus não foi à cruz para que ainda houvesse outros meios de salvação. Visite uma igreja séria como a Igreja Cristã Maranata, aprenda durante alguns cultos outra versão e depois tire suas próprias conclusões. Afinal, o que está em jogo é a sua própria vida. Que Deus o abençoe.

  21. Meu caro Wellington

    As Igrejas são as casas que comercializam a fé… Orientou Jesus: de graça recebestes de graça daí (Mateus 10. 8 ); E os verdadeiros adoradores do Pai o buscam em espírito (João 4. 23 a 24), ou seja no templo vivo da consciência, no altar do coração… Pois o Reino de Deus é um estado de espírito que a consciência interioriza em seu ser, não vem com aparências exteriores (Lucas 17. 21)

    As maiores advertências no Apocalipse estão destinadas às Igrejas. Reflita bem: não havia transcorrido nem 50 anos de difusão de cristianismo e o Espírito de Jesus já fazia severas advertências às Igrejas primitivas.. . Imagine com 20 séculos o que as Igrejas desvirtuaram do verdadeiro sentido da Boa Nova, e continuam omitindo a Palavra de Deus!

  22. “Apocalipse 13.11 A BESTA QUE SUBIU DA TERRA”

    E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro, e falava como o dragão…
    Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento; calcule…, por que é um numero de um homem…”

    Significado das palavras:
    Besta: quadrúpede de grande porte, animal, lobo, mula. Figurativo de uma pessoa de mentalidade fechada, intolerante, indivíduo pretensioso, pedante, presunçoso, arrogante…
    Dragão: monstro mitológico representado com cabeça de dinossauro, cauda de serpente, asas de águia e garras de tigre. Figurativo de pessoa de má índole, violenta, furiosa, perversa, corrupta, tirana
    Cordeiro: animal domestizado em regiões hostis como gado, por causa de sua resistência ao clima; e também muito usado em holocaustos e sacrifícios dos povos primitivos. Figurativo de pessoa mansa, simples, humilde, pacífica, obediente

    O Apocalipse é uma revelação espiritual, que necessita de olhos e ouvidos para compreender a essência do simbolismo da letra de sua mensagem espiritual, que é destinada a todos os credos religiosos, sistemas políticos, científicos, filosóficos e principalmente às Igrejas – Apocalipse 1. 20, de todos os tempos da evolução terrena.
    E ao longo dos séculos no decorrer da civilização sempre surgiram homens, ou grupo de pessoas que criam instituições, e com orgulho se julgam sabichões da crença e manipulam o psicológico humano utilizando as coisas sagradas à força das palavras sem exemplificação de obras úteis para a sociedade, numa falsa situação de entendimento espiritual.

    A besta, que subiu da terra, com dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; mas, que fala com astúcia de um dragão – são os sentidos do lobo disfarçado de ovelha. O termo: vi subir da terra outra besta, indica no seu simbolismo que essa besta pode se levantar em qualquer espaço territorial, em qualquer século, em qualquer geração, e nos meios religiosos, sempre que o homem faz domínio das crenças com a finalidade de promover preconceitos na fé, em nome do divino, e com o objetivo bestial aos seus interesses obscuros.

    Os dois chifres do cordeiro é o sentido da palavra renovadora do Cristo, balizadas no Antigo e Novo Testamento das Escrituras e compendiados em dois mandamentos: o amor a Deus, e o amor ao próximo como a si mesmo (Mateus 22. 35 a 40); e que tem moral nas palavras e ações, porque aquilo que fala reflete com bons sentimentos – o cordeiro do amor, da compreensão, do perdão, da abnegação, e serviço ao próximo com respeito, renúncia, sinceridade, e simplicidade no coração, vivenciando a dignidade universal – fraternidade e sabedoria.

    A fala do dragão: Significa as falácias da arrogância religiosa em todos os tempos que promove o fanatismo em massa, a cegueira no entendimento que influencia multidão de almas aos abismos da intolerância e preconceitos vis, a falta de respeito aos outros credos, e que sucumbe em perseguições irracionais na linguagem, nas expressões e meios de comunicação. É bem o sentido do instinto animal colérico que marca território com obsessão como se as congregações religiosas fossem suas agências comerciais, e com exaltação atacam as idéias de outrem; mas, que só sabe iludir as pessoas simples, causar aversão na consciência humana, em nome das coisas sagradas.

    A visão apocalíptica da besta com dois chifres semelhantes aos de um cordeiro é, em todos os tempos, a imagem simbólica dos FALSOS LÍDERES RELIGIOSOS CRISTÃOS e que vem com aparência de CORDEIRO, mas por dentro são LOBOS DEVORADORES.
    Essas bestas se levantam no seio das congregações cristãs, e pode tanto sufocar os seguidores com uma batina, quanto enlaçar os fiéis com uma gravata promovendo sistemas sectários irracionais. Por isso é importante discernir que trazem conhecimento teológico do Antigo e Novo Testamento sagrados na cabeça o tempo todo, que é o sentido dos dois chifres do cordeiro. Mas, no seu personalismo soberbo e arrogante, manipulam a imagem mansa do cordeiro que é toda simplicidade, amor, fraternismo, compreensão, tolerância, perdão, desprendimento, espiritualidade. E vivenciam a crença exaltada com atitudes do materialismo opressor: gestos e sentimentos artificiosos, desejos puramente carnais, crença cega e irracional, pois não admitem a imortalidade da alma no ser humano, cultuam um deus de mortos igualmente os Saduceus, expressões nocivas do orgulhoso dragão, representados nessa imagem na FALA DO DRAGÃO, que revela as atitudes dos instintos bestiais na criatura que só sabe rosnar as chamas do fanatismo religioso e egocêntrico, utilizando a fé cristã como se fosse um empreendimento mercantil. E pensa que sua fé, a sua crença, é superior que as das demais pessoas, só porque está na liderança das congregações. Essas bestas propagam o céu para seus fiéis e o inferno para os adversários, contrariando os exemplos do cordeiro: abençoai os que vos maldizem, orai pelos que vos maltratam e perseguem, e fazei o bem aos que vos fazem o mal.

    Alertou o Mestre: pelos seus frutos os conhecereis; e quem quiser ser o maior no plano divino, então que seja o servo de todos; quem a si mesmo se exaltar nas coisas espirituais, será rebaixado na vida celeste. E os últimos serão os primeiros a possuírem o reino dos céus. Os que tiverem feito o bem para a ressurreição da vida eterna e feliz.
    E muitos me dirão, naquele dia (do juízo): Senhor! Temos comido e bebido na tua presença, e tens ensinado em nossos meios (congregações). E lhes responderei: Digo-vos que não sei donde vós sois; apartai-vos de mim, vós todos que obrastes com tiranias (Lucas 13. 25 a 27).
    SÍNTESE DA MENSAGEM DO EVANGELHO: salvação moral da alma despertando-a para o Reino Celeste, que é um estado de espírito (Lucas 17. 20 a 21); e encaminhando-a ao seio imaterial do Pai Criador. E Deus é Espírito e importa que o busquemos em espírito (João 4. 23 a 24); porque Deus é o Pai dos Espíritos (Hebreus 12. 9). Não é deus de mortos (Lucas 20. 38); e sim da vida abundante (João 10. 10).
    FALA DO DRAGÃO: prega o descaminho das almas, porque são guias de cegos a caminho do abismo da ignorância (Mateus 15. 13 a 14); condutores da crença cega e irracional cheia de preconceitos; incentivam a cessação dos sentidos após a morte física porque não admitem a existência da alma/espírito no ser humano (ler Lucas 16. 19 a 31/ II Pedro 3. 18 a 20 e II Pedro 4. 6 // I Coríntios 15. 44); semeiam o materialismo pleno e a condenação eterna das criaturas; anunciam falsos profetismos; a astúcia ilimitada do satanismo em destruir a humanidade, a ausência de amor, o pessimismo e fanatismo religioso, a negligência da Providência e Soberania Divina nas causas e coisas; e o fim trágico do mundo.

    Um dos maiores males da sociedade, sempre foi o fanatismo religioso, que em nome da intolerância dogmática faz alastrar o lixo da discórdia entre as criaturas. E assim evocando o divino, os homens levantam as batalhas de idéias devocionais, manuseiam as congregações como se fossem organizações econômicas, e inventam os extremismos de crenças que separam as pessoas dos sentidos benéficos da vida – da paz, do trabalho, da harmonia, da união, da fraternidade, do progresso moral e intelectual.

    GRAÇAS A DEUS!… Que as leis humanas se aperfeiçoaram nas nações civilizadas e coibiram os apedrejamentos em nome da crença; os morticínios cruentos em nome do divino; as guerras religiosas em nome do sagrado; as fogueiras das inquisições em nome do santo ofício; as perseguições em massas causadas pela intransigência da fé cega (tudo mais ou menos em parte). Visto que, infelizmente, ainda existem pessoas que vestem a capa da religião por fora, porque por dentro falam como dragão; e têm idéias retrógradas por que não admitem também o avanço da Ciência e da Filosofia. E manuseiam o verbo sagrado das Escrituras para seus interesses próprios e fanatizados forçando conversões em massa com imposições, sem conseguir ocultar seu intento, que é sustentar-se economicamente à custa de fiéis. E não enxergam que a mensagem de Jesus é doação de fé, esperança, e caridade; de graça recebestes de graça daí: a salvação moral, os bons sentimentos, a liberdade de expressão dosada pelas atitudes do amor fraterno, compreensão, humildade, desapego, e respeito às divergências de cultos (I Coríntios 13. 13) e (Mateus 10. 8).

    voz Q clama
    Intensivo de Difusão Espiritualidade – I D E
    http://vozqclamabr.blogspot.com/

  23. Meu caro Wellington Leão

    Reflita com humildade cristã, pois não será você e nem tampouco o Papa quem vai dar a palavra final de quem irá salvar-se das tribulações… “Os primeiros serão os últimos, os útlimos serão os primeiros… E quem a si mesmo se exaltar será rebaixado na vida futura… QUER SER O MAIOR NO REINO CELESTE? Então meu amigo, busca servir as pessooas com fraternidade cristã, com respeito, simplicidade e isento de preconceitos sectários.

    ÀS IGREJAS – “a minha casa será chamada de casa de oração; mas vós a tendes convertidos em centro de enganadores” Mateus 21. 13

    Desde os tempos do farisaísmo que as Igrejas são as casas que comercializam a fé (Mateus 21. 12 a 13 e, Mateus 23. 1 a 3). Orientou Jesus aos seus seguidores evitar sustentar-se economicamente à custa dos congregados: “de graça recebestes de graça daí (Mateus 10. 8 )”. O obreiro do Cristo deve trabalhar com dignidade em algum oficio para fazer jus ao seu próprio sustento (Atos 18. 1 a 3 E, II Tessalonicenses 3. 6 a 12); não receber salários na obra do Cristo e nem ser pesado a ninguém (II Coríntios 11. 8)

    E segundo Jesus os verdadeiros adoradores do Pai o buscam em espírito (João 4. 23 a 24), ou seja no templo vivo da consciência, no altar do coração. Não precisam de templos feitos por mãos humanas (Atos 17. 24). Não é necessário adorar em locais sagrados; e nem em regiões místicas. Pois o Reino de Deus é um estado de espírito que a consciência interioriza em seu ser, não vem com aparências exteriores (Lucas 17. 21)

    Se vivemos em Espírito andemos também em Espírito (Gálatas 5. 25) Glorificai a Deus no vosso corpo e no vosso espírito os quais pertencem a Deus (I Coríntios 6. 20)

    As maiores advertências no Apocalipse a partir do cap. 1. 20 e capítulos 2 a 3 estão destinadas às Igrejas. REFLEXIONEMOS: não havia transcorrido nem 50 anos de difusão de cristianismo e o Espírito de Jesus já fazia severas advertências às Igrejas primitivas… Imagine com 20 séculos o que as “Igrejas” desvirtuaram do verdadeiro sentido da Boa Nova, e continuam até hoje omitindo o “espírito e a verdade” da Palavra de Deus!

    Intensivo de Difusão Espiritualidade – I D E
    http://vozqclamabr.blogspot.com/

  24. APOLOGIA DO PRECONCEITO

    “Amados, não creiais a todo espírito, mas provai se os espíritos são de Deus; porque já muitos FALSOS PROFETAS se têm levantado no mundo” I João 4. 1

    Wellington, os raciocínios que levantastes intercalando versículos bíblicos cujas profecias, muitas das quais, JÁ se cumpriram no tempo e espaço da evolução terrestre, e também te baseando em textos bíblicos cujos ensinamentos estão repletos de PRECONCEITOS que não se enquadram na cidadania atual, cito, do livro de Levítico: “APÓS O ARREBATAMENTO, TEREMOS O DESENROLAR DA 70ª SEMANA” (de anos – ver Levítico 25:8)…

    Um livro bíblico que prescreve estes ensinamentos contrários ao espírito cristão, ex: “pessoas portadoras de deficiência física e mental estão proibidas de se aproximar do Altar do culto religioso no Templo, para não o profanar com o seu defeito (Levítico 21. 17 a 23)” UM LIVRO DESTE TEOR NÃO TEM CREDIBILIDADE.

    Quando Jesus orienta com amor: “vinde a mim todos que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei (Mateus 11. 28). Os sãos não necessitam de médicos; e sim OS QUE ESTÃO ENFERMOS (Marcos 2. 17)”

    Outro ensinamento desatualizado: “Quem cometer adultério…, ambos serão punidos com a pena de morte” (Levítico 20. 10)

    Conscientiza Jesus – o salvador: Aquele que estiver sem pecados seja o primeiro a atirar a pedra (João 8. 2 a 11). Porque misericórdia quero, E NÃO SACRIFÍCIOS! (Mateus 9. 11 a 13)

    TEMOS QUE TER DISCERNIMENTO PARA CONHECERMOS O QUE É ENSINAMENTO HUMANO, NA BÍBLIA, E O QUE É REVELAÇÃO DIVINA.

    Posso te falar convictamente no Espírito e Verdade que o teu discurso sobre “haverá salvação após o arrebatamento?” É UM DISCURSO RELIGIOSO TOTALMENTE PRECONCEITUOSO E QUE NÃO TEM BASE CRISTÃ EVANGÉLICA.
    Vamos pregar e vivenciar o Evangelho da paz e do amor…
    O ato de Jesus morrer na cruz em prol da grandeza de sua doutrina de paz e salvação moral para regenerar a humanidade é um sacrifício de amor e iluminação espiritual. E, NÃO uma justificativa discriminatória para condenar a alma humana (Lucas 9. 56). Essa tua ideia de que Jesus não morreu na cruz EM VÃO; logo, ou a pessoa aceita Jesus crucificado; ou, então vai ficar sujeito à condenação… Isso é um sentimento de religiosidade disfarçada e farisaica que cobra pedágios como se a FÉ CRISTÃ fosse uma troca mercantil.
    Jesus já perdoou a toda humanidade no calvário (Lucas 23. 34). Agora é mister pegarmos a nossa cruz (Mateus 10. 38) e viver os nossos testemunhos diários na mensagem de Jesus, que é o amor, o trabalho e fidelidade aos ideais da construção do reino de Deus em nós mesmos (Lucas 17. 21).
    Outros obreiros da causa evangélica também passaram por TRIBULAÇÕES mortais, o apóstolo Pedro foi crucificado de cabeça para baixo em Roma; Estevão morreu cruelmente apedrejado no templo em Jerusalém; e milhares e milhares de cristãos, por vários séculos, foram barbaramente esquartejados por leões famintos nos circus de Roma. Se essas pessoas não tivessem visto o exemplo de Jesus no calvário e após o calvário a alvorada da ressurreição gloriosa, elas não teriam coragem e nem ânimos para vencerem suas tribulações e darem suas vidas por Jesus (Mateus 10. 39). “Não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma (Mateus 10. 28)”

    JESUS VEIO PARA DOAR VIDA, E VIDA EM ABUNDÂNCIA (João 10. 10).

    Intensivo de Difusão Espiritualidade – I D E
    http://vozqclamabr.blogspot.com/

  25. Arrebatamento da Igreja

    Igrejas!!! Despertem na vossa crença e entendimento!!! Tirem a cabeça das nuvens e firmem os pés no chão na obra de Jesus… buscando servir as pessoas com fraternidade, procurando consolar, instruir e edificar o bem nos corações das pessoas. Dando exemplos de dignidade cristã perante o mundo perdido no caos do materialismo, e sendo o tempero nas tribulações humanas…

    ARREBATAMENTO de Igrejas isso são figuras de linguagem, que é preciso “olhos para ver e ouvidos para entender” são faculdades e dons que a alma coletivamente desperta quando está integrada em Cristo, em sentir as belezas que há na própria Natureza invisível… Não é necessário que a consciência espiritual seja arrebatada como se tivesse sendo abduzida no tempo e espaço.

    Cristãos!!! Procurai desenvolver os dons espirituais! Busquem crescer interiormente no evangelho de Jesus, despertando os valores íntimos em vossas personalidades…. Aí, sim, tereis o reino divino despertado e arrebatado dentro de vós mesmos, porém com utilidade em servir na causa de Deus servindo ao próximo, com espírito cristão. Isso porque o Reino de Deus é um estado de Espírito que o Ser desenvolve em sua própria personalidade, não vem com aparências exteriores.

    ESCATOLOGIA e finais de tempos provacionais que prenunciam tribulações sempre tereis presente na vida humana, toda vez que a humanidade terráquea estiver distante da realidade do bem e integração com o plano divino.

    Intensivo de Difusão Espiritualidade Evangélica – IDE
    http://vozqclamabr.blogspot.com/

  26. CRISTÃOS ARREBATADOS NO SERVIÇO AO PRÓXIMO

    Igrejas!!! Despertem na vossa crença e entendimento!!! Tirem a cabeça das nuvens e firmem os pés no chão na obra de Jesus… buscando servir as pessoas com fraternidade, procurando consolar, instruir e edificar o bem nos corações das pessoas. Dando exemplos de dignidade cristã perante o mundo perdido no caos do materialismo, e sendo o tempero nas tribulações humanas…

    ARREBATAMENTO de Igrejas isso são figuras de linguagem, que é preciso “olhos para ver e ouvidos para entender” são faculdades e dons que a alma coletivamente desperta quando está integrada em Cristo, em sentir as belezas que há na própria Natureza invisível… Não é necessário que a consciência espiritual seja arrebatada como se tivesse sendo abduzida no tempo e espaço.

    Cristãos!!! Procurai desenvolver os dons espirituais! Busquem crescer interiormente no evangelho de Jesus, despertando os valores íntimos em vossas personalidades…. Aí, sim, tereis o reino divino despertado e arrebatado dentro de vós mesmos, porém com utilidade em servir na causa de Deus servindo ao próximo, com espírito cristão. Isso porque o Reino de Deus é um estado de Espírito que o Ser desenvolve em sua própria personalidade, não vem com aparências exteriores.

    ESCATOLOGIA e finais de tempos provacionais que prenunciam tribulações sempre tereis presente na vida humana, toda vez que a humanidade terráquea estiver distante da realidade do bem e integração com o plano divino.

    Intensivo de Difusão Espiritualidade Evangélica – IDE
    http://vozqclamabr.blogspot.com/

  27. CRISTÃOS! BRILHE A VOSSA LUZ!

    Igrejas!!! Despertem na vossa crença e entendimento!!! Tirem a cabeça das nuvens e firmem os pés no chão na obra de Jesus… buscando servir as pessoas com fraternidade, procurando consolar, instruir e edificar o bem nos corações das pessoas. Dando exemplos de dignidade cristã perante o mundo perdido no caos do materialismo, e sendo o tempero nas tribulações humanas…

    ARREBATAMENTO de Igrejas isso são figuras de linguagem, que é preciso “olhos para ver e ouvidos para entender” são faculdades e dons que a alma coletivamente desperta quando está integrada em Cristo, em sentir as belezas que há na própria Natureza invisível… Não é necessário que a consciência espiritual seja arrebatada como se tivesse sendo abduzida no tempo e espaço.

    Cristãos!!! Procurai desenvolver os dons espirituais! Busquem crescer interiormente no evangelho de Jesus, despertando os valores íntimos em vossas personalidades…. Aí, sim, tereis o reino divino despertado e arrebatado dentro de vós mesmos, porém com utilidade em servir na causa de Deus servindo ao próximo, com espírito cristão. Isso porque o Reino de Deus é um estado de Espírito que o Ser desenvolve em sua própria personalidade, não vem com aparências exteriores.

    ESCATOLOGIA e finais de tempos provacionais que prenunciam tribulações sempre tereis presente na vida humana, toda vez que a humanidade terráquea estiver distante da realidade do bem e integração com o plano divino.

    Intensivo de Difusão Espiritualidade Evangélica – IDE
    http://vozqclamabr.blogspot.com/

    • ABRAHÃO RIBEIRO disse:

      ESTUDANTES DA BÍBLIA SAGRADA

      Não se esqueçam de uma coisa sensata com racionalidade que a Bíblia é a palavra de Deus ESCRITA PELAS MÃOS DOS HOMENS ao longo dos séculos. E, os homens são suscetíveis de cometerem falhas, erros de grafia, de traduções e até mesmo de interpretações. Por isso mesmo é que o Apóstolo adverte em suas páginas: “não creiais em todo espírito, mas provai se os espíritos são de Deus; porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo” (I João 4. 1)

      Orientação evangélica nas páginas da Bíblia: “nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação” (II Pedro 1. 20). Ou seja: nenhuma Igreja, ordem religiosa, seita, princípio teológico, grupo pastoral pode ter o monopólio absoluto nas interpretações sagradas das Escrituras. Porque as Escrituras sagradas possuem sentidos variáveis e múltiplos em seus livros escritos ao longo dos séculos, viva e eficaz; e mais penetrante do que ESPADA alguma AFIADA DE DOIS GUMES, e penetra até a divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração (Hebreus 4. 12). EM SUAS PÁGINAS ENCONTRAMOS SABEDORIA E LUZ PARA TODOS OS NÍVEIS CULTURAIS, orientando tanto o ingênuo como o sábio; o tolo como o prudente; o fanático como o lógico.

      A revelação celeste jamais cessou… Novas revelações estão sendo reveladas para a comunidade cristã em todos os tempos terrestres, através do Consolador prometido por Jesus – “o Espírito de Verdade” que guiará em toda verdade aqueles que procuram o Pai em espírito; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e anunciara o que há de vir (ou seja, “coisas novas e progressivas de acordo as necessidades da evolução mental do homem moderno”) João 16. 12 a 13

      PENSE NISTO: é louvável quando os Homens colocam no frontispício de sua Constituição Cível o nome de Deus: “Em nome de Deus promulgamos estas Leis”.

      http://vozqclamabr.blogspot.com/
      Intensivo de Difusão Espiritualidade Evangélica – I D E

  28. ESTUDANTES DA BÍBLIA SAGRADA

    Não se esqueçam de uma coisa sensata com racionalidade que a Bíblia é a palavra de Deus ESCRITA PELAS MÃOS DOS HOMENS ao longo dos séculos. E, os homens são suscetíveis de cometerem falhas, erros de grafia e até mesmo de traduções. Por isso mesmo é que o Apóstolo adverte em suas páginas: “não creiais em todo espírito, mas provai se os espíritos são de Deus; porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo” (I João 4. 1)

    Orientação evangélica nas páginas da Bíblia: “nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação” (II Pedro 1. 20). Ou seja: nenhuma Igreja, ordem religiosa, seita, princípio teológico, grupo pastoral pode ter o monopólio absoluto nas interpretações sagradas das Escrituras. Porque as Escrituras sagradas possuem sentidos variáveis e múltiplos em seus livros escritos ao longo dos séculos, viva e eficaz; e mais penetrante do que ESPADA alguma AFIADA DE DOIS GUMES, e penetra até a divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração (Hebreus 4. 12). EM SUAS PÁGINAS ENCONTRAMOS SABEDORIA E LUZ PARA TODOS OS NÍVEIS CULTURAIS, orientando tanto o ingênuo como o sábio; o tolo como o prudente; o fanático como o lógico.

    A revelação celeste jamais cessou… Novas revelações estão sendo reveladas para a comunidade cristã em todos os tempos terrestres, através do Consolador prometido por Jesus – “o Espírito de Verdade” que guiará em toda verdade aqueles que procuram o Pai em espírito; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e anunciara o que há de vir (ou seja, “coisas novas e progressivas de acordo as necessidades da evolução mental do homem moderno”) João 16. 12 a 13

    PENSE NISTO: é louvável quando os Homens colocam no frontispício de sua Constituição Cível o nome de Deus: “Em nome de Deus promulgamos estas Leis”.

    http://vozqclamabr.blogspot.com/
    Intensivo de Difusão Espiritualidade Evangélica – I D E

  29. ESTUDANTES DA BÍBLIA SAGRADA

    Não se esqueçam de uma coisa sensata com racionalidade que a Bíblia é a palavra de Deus ESCRITA PELAS MÃOS DOS HOMENS ao longo dos séculos. E, os homens são suscetíveis de cometerem falhas, erros de grafia, de traduções e até mesmo de interpretações. Por isso mesmo é que o Apóstolo adverte em suas páginas: “não creiais em todo espírito, mas provai se os espíritos são de Deus; porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo” (I João 4. 1)

    Orientação evangélica nas páginas da Bíblia: “nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação” (II Pedro 1. 20). Ou seja: nenhuma Igreja, ordem religiosa, seita, princípio teológico, grupo pastoral pode ter o monopólio absoluto nas interpretações sagradas das Escrituras. Porque as Escrituras sagradas possuem sentidos variáveis e múltiplos em seus livros escritos ao longo dos séculos, viva e eficaz; e mais penetrante do que ESPADA alguma AFIADA DE DOIS GUMES, e penetra até a divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração (Hebreus 4. 12). EM SUAS PÁGINAS ENCONTRAMOS SABEDORIA E LUZ PARA TODOS OS NÍVEIS CULTURAIS, orientando tanto o ingênuo como o sábio; o tolo como o prudente; o fanático como o lógico.

    A revelação celeste jamais cessou… Novas revelações estão sendo reveladas para a comunidade cristã em todos os tempos terrestres, através do Consolador prometido por Jesus – “o Espírito de Verdade” que guiará em toda verdade aqueles que procuram o Pai em espírito; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e anunciara o que há de vir (ou seja, “coisas novas e progressivas de acordo as necessidades da evolução mental do homem moderno”) João 16. 12 a 13

    PENSE NISTO: é louvável quando os Homens colocam no frontispício de sua Constituição Cível o nome de Deus: “Em nome de Deus promulgamos estas Leis”.

    http://vozqclamabr.blogspot.com/
    Intensivo de Difusão Espiritualidade Evangélica – I D E

    

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 5,002 comentários no Estudos Bíblicos.