Como Crescer Espiritualmente

0
5

“Como filhos da obediência, não vos amoldeis às paixões que tínheis anteriormente na vossa ignorância; pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento, porque escrito está: Sede santos, porque eu sou santo.”
(I Pe 1.14-16)

Aqui, no que acabamos de citar, temos o fato, o propósito divino quanto ao que devemos ser a saber, que sejamos santos em todo o nosso proceder.

E nos dois textos a seguir, temos revelado o modo de alcançar o referido fato e propósito:

“Portanto, despojando-vos de toda impureza e acúmulo de maldade, acolhei, com mansidão, a palavra em vós implantada, a qual é poderosa para salvar a vossa alma.”
Tiago 1:21

“Despojando-vos, portanto, de toda maldade e dolo, de hipocrisias e invejas e de toda sorte de maledicências, desejai ardentemente, como crianças recém-nascidas, o genuíno leite espiritual,
para que, por ele, vos seja dado crescimento para salvação,” 1Pe 2:2

Um procedimento que em seu todo, seja santo, demanda em primeiro lugar, portanto, o despojamento de toda forma de impureza, maldade, dolo, hipocrisias, invejas e maledicências, e logo em seguida demanda o acolhimento, com submissão e mansidão, da palavra do evangelho
do único e verdadeiro, com um ardente desejo por esta palavra genuína, revelada por nosso Senhor e pelos apóstolos, conforme se encontra registrada na Bíblia.

Porque este é o único modo designado por Deus para que cresçamos espiritualmente, desenvolvendo a nossa salvação, para que possamos dar os frutos de amor, justiça e bondade que todo crente deve produzir.

Isto pode parecer óbvio, mas não importa, porque a par desta aparência, é muito comum não se crer e praticar esta verdade que requer da nossa parte, não pouca disciplina e diligência.

Quão fácil é pegar um atalho. Abraçar aquilo que é mais fácil. E com isto se deixa o caminho estreito que demanda vigilância, sobriedade e obediência ao que se encontra na Bíblia.

A Palavra de Deus descreve tanto o significado de Cristo e da obra que ele fez por nós, quanto aquilo que somos em relação ao pecado, à natureza decaída que temos, e aquilo que devemos ser e praticar, para que possamos de fato nos santificar.

Ninguém se iluda portanto pensando que o modo de se servir a Cristo pode ser atingido se negligenciando tudo o que na Palavra se encontra revelado e escrito, porque se afirma na mesma Bíblia que é maldito todo aquele que não permanece nas coisas que estão nela escritas.

Pr Silvio Dutra

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA