Home » Estudos por VC,

Apostasia, uma carta de divórcio para Deus

Profile photo of rodrigogoulart Por rodrigogoulart em 6 de fevereiro de 2012
Tags: , , , , ,

Estudos Bíblicos em seu email

Receba Estudos Bíblicos em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

Apostasia, uma carta de divórcio para Deus

1 Tm 4:1 – Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

2 Ts 2:3 – Ninguém, de nenhum modo, vos engane, porque isto não acontecerá sem que primeiro venha a apostasia e seja revelado o homem da iniqüidade, o filho da perdição.

Estes dois textos deixam claro que chegará o dia que alguns que pertencem à família da fé irão abrir mão de ser membro dela.

Para entendermos melhor o que é a apostasia temos que retornar aos princípios da lei de Deus, dada ao povo de Israel por meio de Moisés.

Os homens do povo de Israel, criaram o hábito de, por qualquer motivo, mandar suas esposas embora de sua casa, repudiando-a. Então Deus estabelece um instituto legal para regulamentar essa prática com a finalidade de impedir que os maridos continuassem expulsando suas esposas de casa por qualquer bobagem ou pelo simples fato de não querer mais continuar casado com sua mulher.

Deus cria um limite pra isso e institui a “Carta de Divórcio”: (Dt 24:1-4)

A lei de Moisés diz que o homem só pode mandar sua mulher embora se ela estivesse praticando relações sexuais ilícitas (Mateus 19:9), ou seja, adultério. Assim sendo o marido tinha o direito de mandar a sua esposa embora da sua casa. Jesus quando foi indago pelos seus opositores em relação a esta lei, ele responde que ela foi instituída por causa da dureza de coração dos homens e não porque Deus queria o divórcio.

Quando o homem entregava a Carta de Divórcio ele estava dizendo para sua esposa: “Eu estou mandando você embora, porque você não é mais uma pessoa em quem eu posso confiar, por isso eu não quero mais conviver com você.”

É exatamente isso que o apóstata diz para Deus com a sua atitude, mas quando o marido dava o divórcio para mulher era porque ela tinha cometido adultério, porém Deus não comete pecados e nem erra e muito menos contra nós, logo, a atitude de quem assume a apostasia, é de repúdio a Deus, ou seja, não existe motivo que justifique o ato de divórcio, mas mesmo assim ele o faz.

Mt 5:31 – Também foi dito: Aquele que repudiar sua mulher, dê-lhe carta de divórcio.

A palavra divórcio que é usada neste texto no original hebraico é a palavra “keriythuwth” que corresponde no grego a palavra “apostasion” . Do verbo [aphistêmi] “separar, abandonar”. Documento de separação.

Essa palavra, “apostasion”, é mesma utilizada no texto de 2 Tessalonicenses 2:3, dando um sentido de fim de relacionamento. Paulo está se referindo ao tempo descrito na 1 carta ao pastor Timóteo capítulo 4 versículo 1 que diz: “que nos últimos tempos alguns apostataram da fé”. Apostatar, significa separar, abandonar, ou seja, essas pessoas abandonarão a própria fé em Deus, dessa forma eles estão escolhendo desistir da Vida Eterna, pois a salvação vem pela fé, ora se abandonaram a fé, como vão permanecer com a salvação? Sabendo também, que sem fé é impossível agradar a Deus.

Os que apostatam vivem a apostasia, ou melhor, praticam a apostasia, isso quer dizer, que estão entregando para o próprio Deus uma carta de divórcio, pois já não têm mais nenhum interesse em conviver com Deus. Dessa maneira, estão quebrando a Nova Aliança que Deus fez com o homem por meio de Jesus Cristo e a lei de uma aliança diz que quando ela é quebrada, quem a quebrou precisa morrer, porque uma aliança só pode ser quebrada com a morte, e o divórcio é uma quebra de aliança, por isso quem comete a apostasia passa da vida eterna para a morte eterna.

Por isso devemos permanecer firmes na fé, pois nós não somos daqueles que retrocedem para a perdição (Hb 10:39).

"As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Gospel+ e demais colaboradores."

PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 5,002 comentários no Estudos Bíblicos.

Da Internet e em Inglês para Praticar