Home » Capa

A palavra é Jesus

Estudos Bíblicos em seu email

Receba Estudos Bíblicos em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

A palavra é Jesus

É na Bíblia que se encontra a mensagem divina para a Humanidade, mas essa mensagem é o Cristo de Deus, o Messias, Aquele que as Sagradas Escrituras põem em evidência. De facto, Ele é o personagem central da Bíblia. O Antigo Testamento consiste numa introdução à revelação histórica do Filho de Deus. E, no Novo Testamento, a partir de Actos dos Apóstolos, encontramos a projecção do Cristo.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

No centro, nos evangelhos, temos a grande manifestação do Verbo eterno que é a Palavra viva do próprio Deus. Ele é, pois, a Palavra de Deus na sua máxima expressão, pois é Palavra de Graça, de Autoridade, Palavra Eterna, Espírito e Vida, é Deus comunicando-Se.  Mateus 24:35 Lucas 4:22 e 32 João 1:1 e 14, João 6:63, João 17:8, João 17:17,  I João 5:7 e Apocalipse 19:13

Nos quatro Evangelhos se transmite a Boa-Nova, a essência da mensagem libertadora que Jesus incarnou e proclamou. Essa mensagem foi, desde logo, posta em causa por quem pretendia sobrepôr-lhe tradições Marcos 7:13, mas ao mesmo tempo essa mensagem produz efeitos maravilhosamente positivos naqueles que a recebem. João 6:68 e João 8:51.

Jesus é o “grão de trigo” que, ao morrer, dá muito fruto. Lucas 8:11. E ao apresentar-Se assim, como semente viva que morre para frutificar, Cristo aponta para o Calvário, onde se entregaria para a redenção do Homem. E é esta semente que tem de continuar a ser espalhada pelos cristãos. Cristãos no sentido em que sê-lo significa estar em Cristo, nascendo n’Ele para a vida eterna. Cristãos que são novas pessoas, que se desenvolvem através da adopção do estilo de vida de Jesus Cristo e pela valorização e imitação de tudo o que caracterizou a Sua personalidade humana.

Tem havido “cristãos” judaizantes, comprometidos com concepções judaicas obsoletas. E tem havido também “cristãos” apostolizantes, isto é, imitadores de Paulo, de Pedro, de Maria e de outras figuras dos tempos apostólicos. Mas ser cristão é seguir a Cristo, vinculando-se a Ele, que é a Pedra, pedra viva, pedra de toque. I Pedro 2:4 Ou seja: Tudo deve ser aferido pelo Seu ensino e pelo seu exemplo.

Os Profetas e os Apóstolos (no Antigo e no Novo Testamentos) são documentos fidedignos, são história, são cânticos, são cartas, são exortações. São, afinal, o antecedente e o consequente de Jesus. Há muito neles de proveito e até aplicação actual. Mas não é tudo. O que os cristãos primitivos disseram e fizeram, mostra-nos que é preciso dar continuidade a Cristo, hoje, como eles Lhe deram no seu tempo. Mostra-nos que é preciso redescobrir Jesus e reproduzi-Lo, vivê-Lo nos nossos dias, em termos e em condições do nosso presente histórico e sócio-cultural.

Há, pois, que trazer Cristo para o nosso tempo. É necessário que nós O expressemos em termos actuais. Por exemplo: falar de ósculo santo, véu na cabeça, comer ou não comer sangue, silenciar a mulher na igreja, usar cabelo curto ou comprido, ungir doentes com óleo, enaltecer o celibato etc., pode significar pouco ou nada, actualmente, em termos normativos. Pedro, Paulo, João, Tiago, tiveram as suas experiências pessoais de conhecer Cristo, de O interpretar, e deram recomendações, sugestões e até ordens à luz das circunstâncias específicas da sua época. O que eles fizeram foi dar o seu testemunho, dar sequência à mensagem de Cristo, dar continuidade ao Evangelho.

Cumpre-nos a nós, cristãos de hoje, volvidos que são já dois mil anos, continuar a fazer a história do Cristianismo, a dar também sequência aos evangelhos, a realizar os nossos actos e a escrever as nossas epístolas. Pedro, Tiago e João já passaram. Mas Jesus Cristo não passou. Ele é sempre actual. É de hoje e para hoje, porque é a Palavra de Deus eterna, sempre actualizada. É o Alfa e o Ómega.

Ele tem a última palavra. Ele é a palavra final, o “metro-padrão” que serve de critério único e todo suficiente no que concerne à doutrina e à ética cristãs. Ao ser e ao proceder.

Para além das religiões, das tradições e das múltiplas confusões, uma só verdade existe. Jesus afirmou: Eu sou… a verdade… De que mais precisamos nós ? Ou, no dizer dos discípulos, outrora: Para quem iremos nós ….. ? João 6:68 e João 14:6.

"As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Gospel+ e demais colaboradores."

PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 5,005 comentários no Estudos Bíblicos.

Da Internet e em Inglês para Praticar