A Obra Suprema de Cristo

0
17

JESUS Cristo realizou muitas obras, porém a obra suprema que Ele consumou foi a de morrer pelos pecados do mundo (Mt 1.21; Jo 1.29).

O evento mais importante e a doutrina central do Cristianismo resume-se no seguinte versículo:

“Pois o que primeiramente lhes transmiti foi o que recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras” (I Co 15.3).

“CRISTO morreu” é o evento, “por nossos pecados” é a doutrina. A morte expiatória de Cristo é o fato que caracteriza a religião cristã. Martinho Lutero declarou que a doutrina cristã distingue-se de qualquer outra, e mui especialmente daquela que parece ser cristã, pelo fato de ser ela a doutrina da Cruz. O ensino dos reformadores era este: quem compreende perfeitamente a Cruz, compreende a Cristo e a Bíblia! É essa característica singular do Evangelho que faz do Cristianismo a única religião que apresenta uma perfeita provisão para o grande problemas da humanidade: o pecado. Jesus é o autor da salvação eterna (Hb 5.9).

O homem não pode, por seus próprios esforços, remover o obstáculo do pecado; a libertação terá que vir da parte de Deus (Jn 2.9). Para isso Deus tem que tomar a iniciativa de salvar o homem. O testemunho das Escrituras é este: que Deus assim o fez, Ele enviou seu Filho do céu à terra para remover esse obstáculo e dessa maneira reconciliou o homem com Deus (Jo 3.16,17).

AO morrer por nossos pecados, Jesus removeu a barreira; levou o que devíamos ter levado; realizou por nós o que era impossível de fazermos por nós mesmos; isso Ele fez porque era a vontade do Pai. Essa é a essência da expiação de Cristo.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA