Home » Destaque, Estudos por VC, Família

A importância do respeito mútuo

Estudos Bíblicos em seu email

Receba Estudos Bíblicos em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

A importância do respeito mútuo

TEXTO BÍBLICO BÁSICO:
“Vós todos considerai o matrimônio com respeito…” Hebreus 13:4 – NVI

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

A palavra respeito advém do latim “REPECTUS”, que significa: “olhar outra vez ou novamente”. A idéia nos perpassa o sentido de que algo merece nosso segundo olhar, ou seja, uma melhor atenção. Portanto, respeito significa tratar algo ou alguém com deveras estima e profunda deferência.

INTRODUÇÃO: O respeito é fundamental para o sucesso de todas as relações interpessoais e principalmente para os relacionamentos em âmbito familiar. Infelizmente, existem atualmente muitos lares e casamentos desestruturados devido a insensibilidades de indivíduos que só sabem olhar para seus próprios umbigos. Respeitar é olhar atenciosamente para o outro e lhe prestar devida assistência.

I. AS BENÇÃOS GERADA PELO RESPEITO MÚTUO ENTRE CÔNJUGES:

O RESPEITO GERA RESPEITO, MAS TAMBÉM GERA: CONFIANÇA, ADMIRAÇÃO, SINCERIDADE, TRANSPARÊNCIA, VALORIZAÇÃO E SOBRETUDO FORTALECE OS VOTOS E LAÇOS MATRIMONIAIS ATRAVÉS DO AMOR CULTIVÁVEL.

II. ÁREAS EM QUE PRECISAMOS EXERCER O RESPEITO:

A. RESPEITAR OS LIMITES DO CÔNJUGE:
“Porque toda a lei se cumpre numa só palavra, nesta: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo”. Gálatas 5.14
“Como vocês querem que os outros lhes façam, faça também vocês a eles” Lucas 6.31

B. RESPEITAR AS DIFERENÇAS DO CÔNJUGE:
“Jesus respondeu: “Vocês não leram que, no princípio, o Criador ‘os fez homem e mulher’”. Mateus 19.4

C. RESPEITAR A VONTADE E OPINIÃO DO CÔNJUGE:

“Dediquem-se uns aos outros com amor fraternal. Prefiram dar honra aos outros mais do que a si próprios”. Romanos 12:10
“A mulher não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim o marido. Da mesma forma, o marido não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim a mulher”. 1
Coríntios 7:4

III. EXERCENDO O RESPEITO NO MATRIMÔNIO:

A. ATRAVÉS DAS PALAVRAS:
• AS PALAVRAS TÊM PODER:
“A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a bem utiliza comerá do seu fruto”. (Provérbios 18.21).
• AS PALAVRAS FEREM PROFUNDAMENTE:
“Há palavras que ferem como espada, mas a língua dos sábios traz a cura”.
(Provérbios 12.18).
• DEVEMOS REFREIAR A LINGUA DO MAL:
“Pois quem quer amar a vida e ver dias felizes refreie a língua do mal e evite que os seus lábios falem dolosamente.” (I Pedro 3.10).
• NUNCA PODEMOS PRONUNCIAR PORNOFONIAS, ANTES DEVEMOS ELOGIAR PARA A EDIFICAÇÃO:
“Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem” (Efésios 4.29).

B. ATRAVÉS DAS ATITUDES:
• O MARIDO DEVE TRATAR A ESPOSA DIGNAMENTE:
“Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo consideração para com a vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a com dignidade…” (I Pe 3.7 ARA).
• A ESPOSA DEVE TRATAR O MARIDO RESPEITOSAMENTE:
“Portanto, cada um de vocês também ame a sua mulher como a si mesmo, e a mulher trate o marido com todo o respeito. (Efésios 5:33 – NVI)
• AMBOS DEVEM SE SUJEITAR UM AO OUTRO NO TEMOR SENHOR:
“Sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo”. (Efésios 5.21 – ARA)
• AMBOS DEVEM CORRESPONDER AS EXPECTATIVAS DO OUTRO:
“O marido conceda à esposa o que lhe é devido, e também, semelhantemente, a esposa, ao seu marido”. (I Co 7.3).

C. ATRAVÉS DOS SENTIMENTOS:
• OS MARIDOS DEVEM AMAR SUAS ESPOSAS INCONDICIONALMENTE:
“Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, Efésios 5:25 – ACR).
• AS ESPOSAS DEVEM AMAR SEUS MARIDOS EXEMPLARMENTE:
“Para que ensinem as mulheres novas a serem prudentes, a amarem seus maridos, a amarem seus filhos”. Tito 2:4 – ACR).

IV. CONSEQUENCIAS CONCERNENTES A FALTA DO RESPEITO CONJUGAL:

• INTERRUPÇÕES DAS ORAÇÕES: I PE 3.7;
• REPROVAÇÃO MINISTERIAL: I TM 3.5;
• ROMPIMENTO DA COMUNHÃO DIVINA: MT 5.23,24;
• VULNERABILIDADE A TENTAÇÕES: I CO 7.5;
• DUREZA DE CORAÇÃO: MT 19.8;
• POSSÍVEL DIVORCIO: MT 19.8.
“O amor… não se porta inconvenientemente”. I Coríntios 13:5.

Nos dias atuais percebemos nitidamente que a humanidade tem perdido a capacidade de olhar com atenção e sensibilidade para o mundo ao seu redor, infelizmente as pessoas tende a enxergar somente o seu universo e pouco se importam com os demais. Precisamos começar a resgatar os valores do respeito, partindo dos nossos lares e convívios familiares. Conforme disse Rui Barboza: “A família é a célula mater da sociedade”, se assim for, eu complemento dizendo que o casamento é o núcleo dessa célula. Através de casamentos abençoados, teremos famílias e comunidades saradas.
Pr. Sidney O. Ferreira
sidney.osvaldo@hotmail .com

"As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Gospel+ e demais colaboradores."
Profile photo of sidney22

Por



PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 5,002 comentários no Estudos Bíblicos.