Home »

A fragilidade do forte e a fortaleza do fraco

Profile photo of Everson Barbosa Publicado por Everson Barbosa em 24 de junho de 2011
Tags: , , , , , , ,

Estudos Bíblicos em seu email

Receba Estudos Bíblicos em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

A fragilidade do forte e a fortaleza do fraco

“Quatro seres da terra são pequenos, e, no entanto, muito sábios: as formigas, criaturas de pouca força, contudo, armazenam sua comida no verão;os coelhos,criaturas sem nenhum poder, contudo, habitam nos penhascos; os gafanhotos, que não têm rei, contudo, avançam juntos em fileiras; a lagartixa, que se pode apanhar com as mãos, contudo, encontra-se nos palácios dos reis” – Provérbios 30:24-28.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Frágeis todos nós somos. A diferença está naquilo que ampara a nossa fragilidade.

Jesus disse que o homem sábio edifica a sua casa sobre a rocha, enquanto o tolo a estabelece sobre a areia. Com a vinda das chuvas e o transbordamento dos rios a casa não se mantém e desaba.

O fraco, que sabe que é fraco, busca força em quem a pode oferecer, e toma algumas providências para que o tempo mau não o apanhe de surpresa:

Faz provisão

As formigas pensam no inverno durante todo o verão. É uma perspectiva interessante. Você não pode ser ingênuo achando que o tempo bom vai durar para sempre. As formigas passam o verão todo juntando comida para passar o inverno. Elas pensam no futuro e se preparam. Com cada formiga fazendo a sua parte, a colônia inteira prospera e cresce. A fragilidade das formigas é compensada pela diligência.

Busca habitação em lugar seguro

Atualmente, parece que nenhum lugar é suficientemente seguro. Pesquisa divulgada esta semana na revista Veja mostra que a violência nas cidades do interior do Brasil tem aumentado significativamente.
Um lugar fortificado ou isolado não garante segurança. A confiança no Senhor – e o compromisso com a sua Palavra – é que garante a segurança do lugar, qualquer que seja ele: “Caiam mil ao teu lado, e dez mil à tua direita; mas tu não serás atingido” – Salmos 91:7.
A fragilidade dos coelhos é compensada pela escolha sábia do esconderijo e do lugar de habitação.

Procura não avançar sozinho

Os gafanhotos substituíram a presença do rei (líder) pela cooperação e união. Conseguem dizimar colheitas inteiras porque atacam em bandos de milhares. Fazem rapidamente o que cada um, isoladamente, levaria anos para fazer. O frágil e pequeno gafanhoto, quando em grupo, transforma a fraqueza em força, em poder incontrolável. A fragilidade dos gafanhotos é compensada pela solidariedade e trabalho em equipe. Por isso são retratados como um exército poderoso.

Mantém o trânsito livre

O último dos pequenos animais destacados é a lagartixa. Sobe facilmente em muros e paredes; não faz distinção entre o casebre e o palácio do rei, pois aí se tornaria seletiva. Muros e paredes são facilmente superáveis porque não são vistos como obstáculos, mas como caminhos viáveis. Não há limitação de acesso a nenhum lugar.

Oswaldo Chirov
Igreja Cristã da Família – Vila Mariana-SP

Fonte: Estudos Bíblicos

"As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Gospel+ e demais colaboradores."

PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

5 comentaram, comente você também!

  1. muito bom esses estudos biblicos, deus abençoe vcs,

  2. Que possam vir mais e mais desses estudos cotidianos…
    Muito ótimo!
    Abraços equipe…

  3. Ramon Roberto Costa disse:

    Muito bom saber como esse estudo nos faz aprender coisas novas sobre algo que dizíamos que já sabíamos.Muito bom mesmo Glória a Deus nas alturas pela vida de vocês.

  4. esses ensinos sao muito importante para nossas vidas, pois ensina como devemos agir nas horas de tribulaçoes. obrigado a vcs.

    

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 5,006 comentários no Estudos Bíblicos.

Da Internet e em Inglês para Praticar