A fé cristã

0
219

A fé cristã não é apenas uma esperança de que algo bom pode acontecer. Esperar é algo natural e a fé cristã passa por isso, mas não está presa somente a isso. A fé cristã, ou a fé bíblica, é a certeza de uma esperança. É quando aquilo que se espera, passa a ser uma convicção plena baseada no caráter da pessoa que prometeu. Hebreus 11.1 diz: “Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos”.

A fé cristã não é baseada em coisas, mas em uma pessoa. A “fé comum” usa coisas para que se possa conseguir outras coisas. A fé cristã se remete a uma pessoa que nos conseguiu uma nova vida. Ela está baseada em promessas garantidas por um fato, ou acontecimento (cruz), que mesmo não tendo visto, cremos, aceitamos e recebemos. Jesus disse em João 10.10: “Eu vim para que tenham vida, e a tenham em abundância.”

A fé cristã genuína não condena e nem faz separação de ninguém. Ela está sempre pronta a agregar e nunca dispersar. O evangelho de Cristo não veio para condenar ninguém, e sim, oferecer uma saída para um povo que já estava condenado. João 3:17 diz: “Pois Deus enviou seu filho ao mundo, não para condenar o mundo, mas para que este fosse salvo por meio dele.”

A fé cristã não são meras repetições ou um pensamento positivo. Todos possuem uma “fé comum” para canalizar forças para que algo de bom aconteça, mas isso não é a fé bíblica. A fé bíblica possui uma confissão e, mediante uma convicção de que o que se espera irá chegar, agrega a esta confissão uma ação correspondente. A bíblia diz em Tiago 1.17: “Assim também a fé, por si só, se não for acompanhada de obras, está morta.”

Fonte: Ramiro Chagas

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA